quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Definição de Motivação: no trabalho, nas organizações e na vida

A definição de motivação é dar razão, incentivo, entusiasmo ou oferecer interesse para uma ação específica ou determinado comportamento.

Motivação está presente em todas as funções da vida. Atos simples como comer são motivados pela fome, educação é motivada pelo desejo de conhecimento. Motivadores podem ser qualquer coisa e vai de recompensa à coerção.



Existem dois tipos principais de motivação: intrínseca e extrínseca. A motivação intrínseca é interna. Ela ocorre quando as pessoas são levadas a fazer algo por prazer, desejo ou importância. Motivação extrínseca ocorre quando fatores externos levam a pessoa a fazer alguma coisa. No entanto, há muitas teorias e etiquetas que servem como limites para a definição de motivação. Por exemplo: "Eu vou dar um doce se você limpar seu quarto." Este é um exemplo de motivação por recompensa.
Um lugar comum que há a necessidade de aplicar a motivação é trabalho. Na força de trabalho podemos ver que a motivação desempenha um papel fundamental no sucesso da liderança. Uma pessoa incapaz de compreender a motivação e aplicá-la não vai se tornar um líder. É fundamental para quem quer ser um bom motivador entender "Hierarquia Howletts de motivadores de trabalho".
Salário, benefícios, condições de trabalho, supervisão, política, segurança, filiação, e os relacionamentos são todas as necessidades externas que servem como motivação e são os três primeiros níveis de "Hierarquia Howletts" e quando essas necessidades são alcançadas, a pessoa se desloca até os níveis seguintes. No entanto, se os primeiros três níveis não são satisfeitos a pessoa torna-se insatisfeita com o seu trabalho. Quando a satisfação não é encontrada, a pessoa torna-se menos produtivas e, eventualmente sai do trabalho ou é demitida. Realização, progresso, natureza do reconhecimento, crescimento, responsabilidade e trabalho são motivadores internos. Estes são os últimos dois níveis da "Hierarquia Howletts". Eles ocorrem quando a pessoa motiva-se (depois que as necessidades de motivação externa sejam atendidas.). O empregador ou líder que atende às necessidades da "Hierarquia Howletts" vai ver funcionários motivados e consequentemente ver aumentar a produtividade. Compreender a definição de motivação e depois aplicá-la é um dos desafios mais comuns que enfrentam empregadores e supervisores. Muitas vezes as empresas gastam milhares de reais anualmente para a contratação de empresas de terceirizadas apenas para ministrar seminários sobre motivação.
Outro lugar chave que a motivação ocupa é na educação. Um professor que usa técnicas motivacionais vai ver um aumento da participação e esforço dos alunos e até de colegas de trabalho. Parte do trabalho do professor é proporcionar um ambiente que é motivador, pois este ambiente incentivará os alunos que não têm a sua motivação interna. Uma dos primeiros lugares que a pessoa começa a definir metas para si é na escola. Pergunte a qualquer adulto: "Qual é a coisa principal que motiva você?" Sua resposta provavelmente será "objetivos". Mesmo as coisas mais simples da vida são resultado da conquista do objetivo. Uma pessoa pode dizer: "Eu quero economizar dinheiro para uma nova TV" bem, isso é uma meta. Na escola é onde somos mais propensos a aprender a relação entre as metas e a definição de motivação, essa relação é o que gera sucesso.
Então, como você pode ver, a motivação é o que impulsiona a vida. Ela desempenha um papel importante em quase tudo que fazemos. Sem motivação, nós simplesmente não nos preocupamos com os resultados, os meios, realização, educação, sucesso, fracasso, emprego, etc.

Um comentário: